segunda-feira, 29 de novembro de 2010

День без тебя

video

Saudades, tempo bom, 1 ano atrás!


Terra boa, que me traz lembranças memoráveis, visões majestosas.


Eu, Roberto e Paulo.


Penedo/ AL - 1 ano atrás.


Acampamento à beira do Rio, foram os quatro dias mais loucos de nossas vidas, ashaushasuas.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Matéria solicitada pelo professor José Hilário sobre Jornalismo Econômico! Disciplina: Jornalismo Especializado.

O bolso do brasileiro no fim do ano

Por Cleyton Melo (Editor Chefe e Fotógrafo), Clayton Gomes (Repórter e Fotógrafo), Roberta Sudatti (Repórter) e Bruna Schumk (Repórter)

O otimismo e a ansiedade em quitar as dívidas junto ao 13º salário são alvo fácil para o consumidor que visa o equilíbrio econômico neste fim de ano.

O brasileiro, com a chegada do fim do ano, sempre faz um balanço de suas dívidas e dependendo de como se saiu, poderá aproveitar ou não seu décimo terceiro salário. A maioria dos consumidores que compõe a classe C da população brasileira utiliza o dinheiro extra para quitar as dívidas que restam para começar um novo ano longe de preocupações.

A inadimplência do brasileiro chega a levar meses para ser revertida. A perda do emprego, doenças familiares, empréstimos com juros absurdos e compras no cartão de crédito são alguns dos motivos mais comuns para explicar a causa do endividamento, para evitar dores de cabeça já no início de 2011 o consumidor precisa manter o controle e pensar bem antes de utilizar seu dinheiro extra com mais dívidas do que as feitas no decorrer do ano.

Uma maneira de evitar as preocupações é usar o 13º salário para pagar as dívidas que ainda estão pendentes. A (Anefac) Associação Nacional dos executivos de Finanças, Administração e contabilidade realizou uma pesquisa na qual mostra que 57% dos inadimplentes pretendem usar o dinheiro extra para quitar as dívidas que fazem com que o nome e a compra a crédito sejam bloqueados pelos Serviços de Proteção ao Crédito (SPC). Não é o que pensa Adriana Santos Costa, de 29 anos de idade, promotora de vendas, “Uso meu décimo terceiro para fazer algumas compras, meu marido e eu estamos pensando em comprar alguns móveis juntando nosso salário extra esse ano”. Questionada sobre qual será a forma de pagamento de suas compras Adriana é enfática: “Vamos dar entrada e parcelar o resto no cartão de crédito”, afirma a promotora.

Exemplos como o de Adriana servem para mostrar que a grande expectativa do brasileiro no fim do ano, sem dúvida é o pagamento do 13º salário, a maneira como usá-lo, a cautela com que o consumidor deve agir, demonstram a melhor forma de planejar as dívidas e não começar o ano com o “pé esquerdo”.

Grande parcela da população utiliza dos recursos fornecidos pelas agências bancárias para quitar suas dívidas e unificá-las em pequenas parcelas que completam um ciclo interminável de prestações na inocência de poder voltar a usufruir do nome e das compras a crédito. A tendência neste caso é com alta de juros formarem-se assim uma bola de neve que só aumenta as possibilidades do consumismo capitalista que degola a economia da classe C da população brasileira. Entre outras alternativas o brasileiro é obrigado a utilizar do dinheiro que serviria para o descanso e o lazer da família no final do ano para cobrir o buraco deixado pelo mau uso das finanças pessoais.

Agradecemos ao Professor José Hilário pela compreensão e por nos orientar a fazer um belo trabalho juntos.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Atividade Paranormal 2!


Ontem puxei o Paulo da folga dele e fomos ao cinema assistir "Paranormal Activity 2" e confesso não conseguir dormir a noite, não por medo, mas por pensar no final surpreendente que o filme traz, mexe psicologicamente com sua cabeça te deixando atordoado por algumas horas após seu término. Que existem demônios eu não tenho dúvida, temos um em meio ao painel musical do cenário mundial (Lady Gaga), mas enfim, um salve pro diretor Tod Williams pelo trabalho assustador e intrigante na sequência desse filme que por mais que tenha um baixíssimo orçamento consegue deixar todo mundo muito louco (literalmente) com as atividades paranormais praticadas pelo demônio.

Saudade!

Hoje acordei morrendo de saudade da minha casa, dos meus antigos amigos, da minha infância e dos momentos sem preocupação. Isso aqui é lugar de louco, mas sinto que tenho uma missão aqui e não devo desistir!